Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

A oitava obra de misericórdia

· O cardeal Turkson sobre o cuidado da criação ·

Existe uma oitava obra de misericórdia, tanto corporal como espiritual, que deve ser acrescentada às sete citadas pela tradição da Igreja: é o «cuidado da nossa casa comum». 

Quem a propôs foi o cardeal Peter Kodwo Appiah Turkson, presidente do Pontifício conselho Iustitia et Pax que, falando a 25 de fevereiro na Villanova University de Filadélfia, modulou a sua conferência dedicada à encíclica Laudato si’ no sulco de uma «reflexão quaresmal para o ano da misericórdia».

Partindo da consideração de que «a vida humana se funda em três relações fundamentais e estreitamente entrelaçadas: com Deus, com o próximo e com a terra», o purpurado frisou que «quando uma destas relações se rompe» infringe de certo modo o nosso estar plenamente inseridos no universo. Eis, então que a «“tremenda responsabilidade” da família humana pela criação», da qual fala a encíclica, o dever moral de ser não «simples bons administradores» mas de ter um verdadeiro «cuidado» pela casa comum, levou o presidente de Iustitia et Pax a reler as tradicionais obras de misericórdia segundo uma «chave» sugerida pela própria Laudato si’.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

20 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS