Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

O tesouro da liberdade

· ​Na vigília da viagem aos países bálticos ·

A liberdade representa «um tesouro» que deve ser «preservado e transmitido, como uma herança preciosa, às novas gerações», recordou o Papa Francisco numa mensagem vídeo difundida na Lituânia, na Letónia e na Estónia por ocasião da viagem em programa de 22 a 25 de setembro.

Manifestando a sua vontade de «abraçar todos e oferecer uma mensagem de paz, boa vontade e esperança para o futuro», o Pontífice evidenciou a significativa coincidência da visita com o centenário da independência dos países. Por conseguinte, a sua presença será inclusive um modo para honrar «todos aqueles que com os seus sacrifícios no passado tornaram possíveis as liberdades do presente». A tal propósito Francisco recordou que até «em tempos de obscuridade, violência e perseguição, a chama da liberdade não se extingue, mas inspira a esperança de um futuro no qual a dignidade concedida por Deus a cada pessoa seja respeitada e todos nos sintamos chamados a colaborar para a construção de uma sociedade justa e fraterna».

Para o Papa este «sentido de solidariedade e serviço ao bem comum» é hoje mais necessário do que nunca. Eis os votos de que a viagem «seja uma fonte de encorajamento para todas as pessoas de boa vontade que, inspiradas pelos mais importantes valores espirituais e culturais herdados do passado, estão pacificamente a trabalhar para aliviar os sofrimentos dos nossos irmãos e irmãs que se encontram em necessidade e para promover a unidade e a harmonia na sociedade, a todos os níveis».

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

22 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS