Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

O primeiro terreno

· Reafirmada pelo Papa a importância da família para as vocações ·

«A família cristã é o primeiro terreno no qual a semente das vocações – a partir da conjugal – pode germinar e desenvolver-se». 

Disse o Papa Francisco ao receber em audiência na Sala Clementina, na manhã de sábado 5 de novembro, trezentos membros da família Habsburgo, entre os quais sessenta crianças. Vindos a Roma de todas as partes do mundo em peregrinação jubilar, trouxeram como dom para o Pontífice uma cruz de metal que contém as relíquias do beato Carlos de Áustria. Foi o atual chefe de família, que se chama Carlos precisamente como o avô, quem entregou ao Papa o objeto artístico realizado pela sua irmã Gabriela. Foi ainda ele quem ilustrou também os dois motivos principais da peregrinação: «conhecer-se melhor uns aos outros – disse – e passar um pouco de tempo juntos como uma família». E recordando a figura do soberano beatificado em 2004, acrescentou: «Em tempos preocupantes como os de hoje, temos grande necessidade de exemplos de paz. O meu avô, o imperador Carlos, do qual se celebra neste mês de novembro o centenário da subida ao trono, no meio de uma guerra terrível, combateu desde o primeiro momento pela paz».

Discurso do Papa

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

22 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS