Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

O Povo de Gaza
exausto por causa da guerra

· A emergência humanitária agrava-se enquanto continuam os conflitos entre Israel e Hamas ·

Enquanto continuam os conflitos entre Israel e Hamas, a população da Faixa de Gaza está cada vez mais exangue: morreram pelo menos 311 palestinos, na maioria civis, durante os doze dias de conflito, e são mais de 2.200 os feridos. «O número de pessoas que procuram abrigo nas estruturas da Unrwa entre ontem e hoje – informou a porta-voz da organização da Onu, Chris Gunness – aumentou de 22.000 para mais de 40.000».

As organizações internacionais que trabalham em Gaza lançam alarme todos os dias sobre a situação, falando sem meios termos de emergência humanitária. Segundo os dados revelados pelos operadores da Oxfam (confederação de 17 organizações não governamentais que trabalham no mundo inteiro contra a pobreza) são 260 as casas destruídas durante mais de 3.800 ataques israelitas realizados nos últimos dez dias. Quem paga as consequências mais terríveis da guerra são as camadas mais frágeis da população. Em apenas dez dias, desde quando iniciaram as hostilidades, em Gaza morreram 48 crianças, «em média quatro todos os dias» declarou Maria Calivis, directora regional da Unicef para o Médio Oriente e a África do Norte. E os conflitos continuam sem trégua.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

22 de Setembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS