Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

​O Papa Francisco encontrar-se-á com o Patriarca Cirilo

· ​O encontro histórico terá lugar em Cuba a 12 de Fevereiro ·

«A Santa Sé e o Patriarcado moscovita têm a alegria de anunciar que, pela graça de Deus, Sua Santidade o Papa Francisco e Sua Santidade o Patriarca Cirilo de Moscovo e de toda a Rússia, se encontrarão no próximo dia 12 de Fevereiro». O anúncio foi divulgado a 5 de Fevereiro, com um comunicado conjunto da Santa Sé e do Patriarcado moscovita. O encontro «terá lugar em Cuba, onde o Papa fará escala na sua viagem ao México, e onde o patriarca estará em visita oficial. O encontro incluirá um diálogo pessoal no aeroporto internacional José Martí de Havana, e terminará com a assinatura de uma declaração conjunta». Preparado «desde há muito tempo» entre os primazes da Igreja católica e da Igreja ortodoxa russa, este encontro «será o primeiro na história e marcará uma etapa importante nas relações entre as duas Igrejas». Acerca do evento foi informado também o Patriarca Bartolomeu de Constantinopla, que manifestou satisfação e júbilo por este passo em frente no caminho das boas relações ecuménicas.

A Santa Sé e o Patriarcado moscovita formulam votos a fim de que esta ocasião «seja também um sinal de esperança para todos os homens de boa vontade» e «convidam todos os cristãos a rezar com fervor para que Deus abençoe o encontro, que possa produzir bons frutos».

A notícia foi anunciada contemporaneamente na sala de imprensa da Santa Sé e na capital russa, onde o metropolita Hilário de Volokolamsk declarou que a situação do Médio Oriente, na África e noutras regiões, onde se continua a «perpetrar um verdadeiro genocídio de cristãos», exige «medidas urgentes e uma cooperação mais estreita entre as Igrejas cristãs».

Cirilo chegará a Havana no dia 11 de Fevereiro para a sua primeira viagem oficial como patriarca à América Latina: visitará inclusive o Paraguai e o Brasil. Estarão em Cuba para rever os detalhes do encontro também o cardeal Kurt Koch, presidente do Pontifício conselho para a promoção da unidade dos cristãos, e o dominicano Hyacinthe Destivelle.

O Papa Francisco partirá na manhã de 12 de Fevereiro, portanto antes do horário programado. A sua chegada a Havana está prevista para o início da tarde. O Pontífice será recebido pelo presidente da República cubana, Raúl Castro Ruz, pelo arcebispo de Havana, cardeal Jaime Lucas Ortega y Alamino, e pelo presidente da Conferência episcopal, D. Dionísio Guillermo García Ibáñez.

O encontro com Cirilo realizar-se-á aproximadamente às 14h15, numa sala do aeroporto. O diálogo particular, em espanhol e russo, durará cerca de duas horas. Estarão presentes também o cardeal Koch, o metropolita Hilário e dois intérpretes. Depois, numa sala adjacente, terá lugar a assinatura da declaração conjunta, em russo e italiano. A reunião terminará com os discursos do Papa e do patriarca, o intercâmbio dos dons e a apresentação das delegações. Em seguida, o Santo Padre partirá para o México. 

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

19 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS