Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

O Papa em Cagliari

· Domingo, 22 de Setembro ·

Trabalhadores, doentes, pobres e prisioneiros, representantes do mundo da cultura e jovens: são as várias categorias de fiéis que o Papa Francisco encontrará no domingo 22 de Setembro, por ocasião da sua visita pastoral a Cagliari. Depois da viagem a Lampedusa, no passado dia 8 de Julho, a segunda viagem do Pontífice na Itália — cujo programa oficial foi divulgado pela Sala de Imprensa da Santa Sé — tem portanto de novo como meta uma ilha: neste caso a Sardenha. Ele chegará de avião na parte da manhã e imediatamente depois da chegada ao aeroporto de Elmas encontrará o mundo do trabalho no largo Carlo Felice, no centro histórico da capital. Depois, transferir-se-á para o santuário de Nossa Senhor de Bonaria, particularmente ligado à sua cidade natal de Buenos Aires, que a ele deve o seu nome: fora do santuário, está programado o encontro com as autoridades civis, enquanto dentro da basílica está previsto o encontro com os doentes. Ainda na praça diante do santuário, o Papa Francisco celebrará a Eucaristia e recitará o Angelus. O almoço com os bispos da Sardenha, no pontifício seminário regional, concluirá os encontros da manhã, que retomarão na parte da tarde, com três momentos: o primeiro, com os pobres e os prisioneiros, na catedral; o segundo, com o mundo da cultura, na pontifícia faculdade teológica da Sardenha; e o último, antes de partir, com os jovens novamente no largo Carlo Felice.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

22 de Novembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS