Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

O gosto do Evangelho

· Com os dominicanos o Pontífice concluiu as celebrações jubilares ·

«Se o sal perder o sabor já não serve para nada. Ai de uma Igreja que perder o sabor! Ai de um sacerdote, um consagrado, uma congregação, que perde o sabor»: foi a recomendação do Pontífice aos padres pregadores, celebrando na tarde de sábado, 21 de janeiro, na basílica papal de São João de Latrão, a missa de encerramento do jubileu pelos oitocentos anos da confirmação da ordem dominicana.

A data escolhida para a celebração eucarística foi significativa. Honório III, o primeiro a falar da ordem dos pregadores, enviou a São Domingos precisamente naquele dia – 21 de janeiro de 1217 – a bula Gratiarum largitori omnium, com a qual confirmou a ordem. Um aniversário que o mestre-geral Bruno Cadoré mencionou diante do Papa Francisco, evidenciando o mandato recebido para pregar o evangelho.

Homilia do Papa

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

14 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS