Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

O futuro do planeta está em perigo

· ​A crise climática no centro de um pronunciamento do cardeal Cláudio Hummes ·

A Amazônia constitui «um ponto de equilíbrio ecológico e de sustentabilidade do planeta inteiro»; no entanto, ela nunca esteve «tão ameaçada como hoje», frisou o cardeal Cláudio Hummes no seu pronunciamento no congresso sobre «Amazônia: desafios e perspetivas para a casa comum», que teve lugar na pontifícia universidade Gregoriana a 16 de maio.

O arcebispo emérito de São Paulo, que preside à Rede eclesial pan-amazônica (Repam) e será relator-geral da assembleia sinodal de outubro, salientou que na Amazônia está presente a Igreja missionária que, segundo a Laudato si’, «em nome da sua fé no Deus criador e na encarnação do Filho de Deus, Jesus Cristo, deve assumir também o cuidado da “casa comum”». Trata-se, observou o purpurado, de uma Igreja missionária «heroica, pobre, incansável, que vive a opção preferencial pelos pobres, mas com grande dificuldade por causa das longas distâncias, da solidão na floresta infinita, da insuficiência de missionários e missionárias». Isto traduz-se em escassas possibilidades de conviver com as pessoas, de «estar próximo delas e de celebrar com as comunidades a Eucaristia, o sacramento da reconciliação e o sacramento da unção dos enfermos». Eis as dificuldades de «promover uma Igreja inculturada e intercultural com um rosto amazônico e indígena». No contexto global da crise climática e ecológica, realçou o cardeal, a Amazônia ocupa «um lugar de importância fundamental». Trata-se de um «pulmão do nosso planeta Terra». Com efeito, a sua «degradação», o seu «desmatamento» e a «crescente poluição atual» põem «em perigo o porvir do planeta», como confirma o parecer de cientistas influentes.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

18 de Novembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS