Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

O Espírito Santo seja o protagonista da nossa vida

· ​Missa em Santa Marta ·

Só podemos renascer «do pouco que somos», a partir da «nossa existência pecadora» com a «ajuda da mesma força que fez ressuscitar o Senhor: com a força de Deus» e para isso «o Senhor enviou-nos o Espírito Santo». Sozinhos não conseguimos fazer isto, recordou o Papa Francisco na homilia da missa celebrada na Casa Santa Marta na terça-feira 30 de abril, centrada na resposta de Jesus a Nicodemos – proposta pelo Evangelho hodierno (Jo 3, 7-15) – que perguntava de modo isto podia acontecer. Uma pergunta que também nós formulamos. Jesus fala de «renascer do alto» e o Papa traçou um vínculo entre a Páscoa e a mensagem de renascer. A mensagem da ressurreição do Senhor é «o dom do Espírito Santo», recordou, e de facto, na primeira aparição de Jesus aos apóstolos, no domingo da Ressurreição, diz-lhes: «Recebei o Espírito Santo». «Esta é a força! Nós nada podemos sem o Espírito», explicou o Papa recordando que a vida cristã não é apenas comportarmo-nos bem, fazer isto e aquilo. «Podemos fazer isto», podemos até escrever a nossa vida com «caligrafia inglesa», mas a vida cristã renasce a partir do Espírito e por conseguinte é preciso dar-lhe espaço: «É o Espírito que nos faz ressuscitar dos nossos limites, das nossas mortes, porque temos muitas, muitas necroses na nossa vida, na alma.

A mensagem da ressurreição é a resposta de Jesus a Nicodemos: é preciso renascer. Mas por que deixar espaço ao Espírito? Uma vida cristã, que se considera cristã, que não deixa lugar ao Espírito e não se deixar levar pelo Espírito é uma vida pagã, disfarçada de cristã. O Espírito é o protagonista da vida cristã, o Espírito – o Espírito Santo – que vive em nós, nos acompanha, nos transforma, vence connosco. Nunca alguém subiu ao céu exceto Aquele que desceu do céu, isto é, Jesus. Ele desceu do céu. E Ele, no momento da ressurreição, diz-nos: “Recebei o Espírito Santo”, será o companheiro de vida, de vida cristã».

Portanto, não pode haver uma vida cristã sem o Espírito Santo, que é «o companheiro de todos os dias», dom do Pai, dom de Jesus.

Peçamos ao Senhor que nos conceda a consciência de que não podemos ser cristãos sem caminhar com o Espírito Santo, sem agir com o Espírito Santo, sem deixar que o espírito Santo seja o protagonista da nossa vida.

Por conseguinte é necessário que nos perguntemos qual é o seu lugar na nossa vida, «porque – reiterou – não podemos caminhar numa vida cristã sem o Espírito Santo». É preciso que peçamos ao Senhor a graça de compreender esta mensagem: «o nosso companheiro de caminho é o Espírito Santo». (debora donnini

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

21 de Maio de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS