Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

O carvalho do Líbano

Um lugar para acolher, socorrer e acompanhar as mulheres estrangeiras, muitas vezes refugiadas no Líbano e que ficaram sozinhas ou contudo marginalizadas: esta é a finalidade do refúgio La quercia [«O carvalho»], centro de primeira hospitalidade, recentemente reaberto pela Cáritas do Líbano, que o transformou num lugar aconchegante e seguro para umas trinta mulheres com os seus filhos. «Muitas das hóspedes fogem de abusos, como violências domésticas, tráfico de seres humanos, ou da violência cada vez mais generalizada e difundida contra os refugiados», refere a Cáritas do Líbano. Não obstante a estrutura acolha mulheres de várias nacionalidades, a maior parte das hóspedes é constituída por refugiadas sírias. Além da assistência material, as mulheres — com os seus filhos — recebem proteção, assistência médica, legal e psicossocial, numa estadia que pode durar várias semanas, ou até meses.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

24 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS