Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

O caminho da pacificação
na Ucrânia

· Preocupação do Papa Francisco com a grave situação do país ·

O Papa Francisco está preocupado com a «grave situação» na Ucrânia. Portanto, no final do Regina caeli de domingo 4 de Maio na praça de São Pedro, pediu aos fiéis para que rezem com ele pelo país – em particular pelas vítimas dos conflitos destes dias – esperando que «o Senhor infunda nos corações de todos sentimentos de pacificação e de fraternidade».

Esteve nos pensamentos do Pontífice também a tragédia que atingiu o Afeganistão com o desabamento que sepultou milhares de pessoas na província de Badakhshan. «Deus Omnipotente - invocou – acolha todos na sua paz e dê aos sobreviventes a força de ir em frente, com o apoio de quantos trabalham para aliviar os seus sofrimentos».

O Papa – que precedentemente tinha falado do trecho evangélico dos discípulos de Emaús, convidando os cristãos a despertar de novo nos corações «o calor da fé e da esperança» - falou também sobre a jornada nacional pela Universidade católica do Sagrado Coração, que foi celebrada no domingo, confirmando que, «se Deus quiser, visitarei em breve aqui em Roma a faculdade de medicina e cirurgia e a policlínica Gemelli».

Antes de recitar o Regina caeli, o bispo de Roma tinha celebrado com a comunidade polaca a missa na igreja romana de Santo Estanislau na rua «delle Botteghe Oscure», como sinal de agradecimento pela canonização de João Paulo II.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

15 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS