Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

O arcebispo Parolin encontra-se com Kerry

· O secretário de Estado americano recebido na terça-feira no Vaticano ·

Realizou-se na manhã de terça-feira, 14 de Janeiro, no Vaticano, o encontro entre o secretário de Estado, o arcebispo Pietro Parolin, e John Kerry, secretário de Estado americano.

Numa atmosfera positiva, o construtivo e significativo colóquio durou uma hora e quarenta minutos. Participaram também o embaixador norte-americano junto da Santa Sé, Kenneth Francis Hackett, e três membros do staff do secretário de Estado. Com D. Parolin estavam o secretário para as relações com os Estados, D. Dominique Mamberti, e dois oficiais competentes para os assuntos tratados.

Foram enfrentadas as questões sobre o Médio Oriente e, em particular, a situação síria, na perspectiva também da Conferência internacional de paz Genebra 2, em programa para o dia 22 de Janeiro. Foram apresentadas as preocupações e as expectativas da Santa Sé, manifestadas também no discurso do Papa Francisco ao Corpo Diplomático, o desejo de uma solução pacífica do conflito e o compromisso pelas ajudas humanitárias para as populações duramente provadas. Trataram também o tema das negociações entre Israel e Palestina, encorajando o seu prosseguimento e o bom êxito.

Também a África foi objecto das conversações, em particular a situação da região sudanesa, que se tornou cada vez mais dramática nos últimos tempos, com os votos de que a mediação em curso para o entendimento entre as partes possa alcançar bons resultados.

Enfim, trataram o tema dos Estados Unidos da América e da parte vaticana manifestou-se a preocupação da Santa Sé, em sintonia com os bispos americanos, pelos temas relativos aos regulamentos da reforma no campo da saúde em relação à garantia da liberdade religiosa e da objecção de consciência. Falou-se também sobre o plano do presidente dos Estados Unidos para contrastar a pobreza e melhorar a situação das faixas mais necessitadas da população.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

25 de Fevereiro de 2020

NOTÍCIAS RELACIONADAS