Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Número especial no cinquentenário da eleição de Paulo VI

A 21 de Junho de 1963 o cardeal Giovanni Battista Montini era eleito Papa e assumia o nome de Paulo VI. Com quase sessenta e seis anos, o purpurado era há mais de oito anos arcebispo de Milão e tinha servido a Santa Sé na Secretaria de Estado nos pontificados de Pio XI e Pio XII por três decénios. O Papa Montini sucedia a João XXIII, o Pontífice que o tinha querido como primeiro dos seus cardeais poucas semanas antes de anunciar a convocação do concílio Vaticano II

Em conformidade com o direito canónico o concílio estava suspendido, mas o novo Papa reconvocou-o imediatamente para o Outono seguinte, guiando-o com equilíbrio firme e prudente até à conclusão, e depois levando em frente com tenacidade a primeira aplicação. Iniciavam assim três lustros exaltantes e dramáticos, que o próprio Paulo VI repercorreu quando celebrou pela última vez a festa dos santos Pedro e Paulo.

Para recordar Montini «L'Osservatore Romano» realizou um número especial de cem páginas a cores, com fotografias e imagens raras, um perfil biográfico, alguns trextos seus e um inédito do cardeal Joseph Ratzinger.

A revista estará disponível em italiano a partir de 21 de Junho ao preço de 5 euros mais as despesas de envio ( info@ossrom.va ).

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

19 de Julho de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS