Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Novidades e dinâmicas da Igreja católica no mundo

· Apresentado ao Papa o Anuário Pontifício de 2010 ·

O Anuário Pontifício de 2010 foi apresentado ao Papa na manhã de sábado 20 de Fevereiro, pelo Cardeal Tarcisio Bertone, Secretário de Estado, e por D. Fernando Filoni, Substituto. A redacção do novo Anuário foi preparada por Mons. Vittorio Formenti, encarregado do Departamento Central de Estatística da Igreja, pelo Prof. Enrico Nenna e demais colaboradores.

O elaborado trabalho de impressão foi supervisionado pelo Pe. Pietro Migliasso, s.d.b., e pelos Comendadores Antonio Maggiotto e Giuseppe Canesso, respectivamente Director-Geral, Director Comercial e Director Técnico da Tipografia Vaticana.

O Santo Padre agradeceu a homenagem, demonstrando vivo interesse pelos dados ilustrados e solicitando que se exprima a sua sentida gratidão a todos os que colaboraram para a nova edição do Anuário.

Da leitura do volume podem-se inferir algumas novidades relativas à vida da Igreja católica no mundo, a partir de 2009.

Durante aquele ano Bento XVI erigiu oito Sedes episcopais e uma prelazia; elevou uma prelazia a diocese e três prefeituras a vicariatos apostólicos. No total nomeou 169 novos bispos.

Os dados estatísticos, que se referem ao ano de 2008, oferecem uma análise sintética das principais dinâmicas relativas à Igreja católica nas 2.945 circunscrições eclesiásticas do planeta.

No período de 2007-2008 os fiéis baptizados no mundo passaram de um total de 1.147 para 1.166 milhões, com um aumento absoluto de 19 milhões de fiéis e a percentagem de 1,7%. Comparando estes dados com o crescimento da população mundial no mesmo período, passada de 6,62 para 6,70 biliões, observa-se que a incidência dos católicos a nível planetário aumentou ligeiramente, de 17,33 para 17,40%.

Entre 2007 e 2008 o número de bispos aumentou globalmente 1,13%, passando de 4.946 para 5.002. O aumento foi significativo na África (1,83%) e nas Américas (1,57%), enquanto na Ásia (1,09 %) e na Europa (0,70%) os valores mantêm-se na média total. No mesmo período, a Oceânia tem um índice de variação de menos 3%. Tais dinâmicas diferenciadas contudo não causaram modificações substanciais na distribuição dos bispos por continente.

A situação numérica dos sacerdotes, quer diocesanos quer religiosos, continua a indicar, a nível agregado, um aumento positivo mas moderado, por volta de 1% no período de 2007-2008. De facto, os sacerdotes, diocesanos e religiosos, aumentaram durante os últimos nove anos, passando de 405.178 em 2000 para 408.024 em 2007 e para 409.166 em 2008. A distribuição do clero entre os continentes, em 2008, caracterizou-se por uma forte prevalência de sacerdotes europeus (47,1%), os americanos representam 30%; o clero asiático incide em 13,2%, o africano em 8,7% e o da Oceânia em 1,2%.

Do ano 2000 até 2008 não variou a incidência relativa dos sacerdotes na Oceânia; ao contrário, aumentou o valor dos cleros africano, asiático e americano, enquanto o clero europeu diminuiu vistosamente de 51,5 para 47,1%.

Entre as figuras de agentes religiosos que apoiam a actividade pastoral dos bispos e dos sacerdotes, as religiosas professas constituem o grupo de maior valor numérico. Tais religiosas, que no mundo eram 801.185 em 2000, diminuíram progressivamente, pois em 2008 eram 739.067 (com uma diminuição relativa de 7,8% neste período). Deve-se relevar que os grupos mais numerosos de religiosas professas se encontram na Europa (40,9%) e na América (27,5%) e que as diminuições de maior relevo se manifestaram igualmente na Europa (17,6%), na América (12,9%) e também na Oceânia (14,9%), enquanto na África e na Ásia tiveram aumentos notáveis (21,2% para a África e 16,4% para a Ásia), que equilibram as mencionadas diminuições, mas não a ponto de anulá-las.

A nível global, o número de candidatos ao sacerdócio aumentou, passando de 115.919 em 2007 para 117.024 em 2008. No total, durante o biénio verificou-se um aumento de cerca de 1%. Tal variação relativa foi positiva na África (3,6%), na Ásia (4,4%) e na Oceânia (6,5%), enquanto na Europa houve uma queda de 4,3%. Ao contrário, na América apresenta-se uma situação quase estacionária.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

23 de Setembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS