Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

No Angelus, o Papa anuncia a nomeação de 19 cardeais

· Pertencem a 12 nações de todas as partes do mundo. Entre eles, três arcebispos eméritos ·

São 19 os cardeais, entre os quais três arcebispos eméritos que se distinguiram pelo seu serviço à Santa Sé e à Igreja, que serão criados pelo Papa Francisco no Consistório de 22 de Fevereiro. Os nomes dos cardeais foram anunciados pelo Santo Padre durante o Angelus de domingo 12 de Janeiro, na praça de São Pedro.

Como já tinha sido anunciado, no próximo dia 22 de de Fevereiro, festividade da Cátedra de São Pedro, terei a alegria de presidir a um Consistório, durante o qual nomearei 16 Cardeais que — pertencentes a 12 Nações de todas as partes do mundo — representam a profunda relação eclesial entre a Igreja de Roma e as demais Igrejas espalhadas pelo mundo.

No dia seguinte, presidirei a uma solene concelebração com os novos Cardeais, enquanto nos dias 20 e 21 de Fevereiro realizarei um Consistório com todos os Purpurados, para meditar sobre o tema da família.

Eis os nomes dos novos Cardeais:

1. D. Pietro Parolin, Arcebispo Titular de Acquapendente, Secretário de Estado.

2. D. Lorenzo Baldisseri, Arcebispo Titular de Diocleziana, Secretário-Geral do Sínodo dos Bispos.

3. D. Gerhard Ludwig Müller, Arcebispo-Bispo Emérito de Regensburg, Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé.

4. D. Beniamino Stella, Arcebispo Titular de Midila, Prefeito da Congregação para o Clero.

5. D. Vincent Gerard Nichols, Arcebispo de Westminster (Grã-Bretanha).

6. D. Leopoldo José Brenes Solórzano, Arcebispo de Manágua (Nicarágua).

7. D. Gérald Cyprien Lacroix, Arcebispo de Quebec (Canadá).

8. D. Jean-Pierre Kutwa, Arcebispo de Abidjan (Costa do Marfim).

9. D. Orani João Tempesta, o.cist., Arcebispo do Rio de Janeiro (Brasil).

10. D. Gualtiero Bassetti, Arcebispo de Perugia-Città della Pieve (Itália).

11. D. Mario Aurelio Poli, Arcebispo de Buenos Aires (Argentina).

12. D. Andrew Yeom Soo jung, Arcebispo de Seul (Coreia).

13. D. Ricardo Ezzati Andrello, s.d.b., Arcebispo de Santiago (Chile).

14. D. Philippe Nakellentuba Ouédraogo, Arcebispo de Ouagadougou (Burkina Faso).

15. D. Orlando B. Quevedo, o.m.i., Arcebispo de Cotabato (Filipinas).

16. D. Chibly Langlois, Bispo de Les Cayes (Haiti).

Juntamente com eles, unirei aos membros do Colégio Cardinalício três Arcebispos Eméritos que se distinguiram pelo seu serviço à Santa Sé e à Igreja:

D. Loris Francesco Capovilla, Arcebispo Titular de Mesembria;

D. Fernando Sebastian Aguillar, Arcebispo Emérito de Pamplona;

D. Kelvin Edward Felix, Arcebispo Emérito de Castries, nas Antilhas.

Oremos pelos novos Purpurados a fim de que, revestidos das virtudes e dos sentimentos do Senhor Jesus, Bom Pastor, possam ajudar mais eficazmente o Bispo de Roma no seu serviço à Igreja universal.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

23 de Novembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS