Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Nigerianos em fuga diante do Boko Haram

· Centenas de pessoas abandonam a capital de Borno ·

Centenas de cidadãos nigerianos estão a deixar Maiduguri, capital do Estado norte-oriental de Borno, onde se teme uma ofensiva do Boko Haram, o grupo islâmico responsável nos últimos anos pelo assassinato de milhares de civis durante ataques armados e atentados terroristas. «Estão a criar o próprio território e, em breve, podem atacar Maiduguri», declarou Musa Sumail, um activista de direitos humanos citado ontem por algumas agências internacionais de notícias que relatam preocupações semelhantes de representantes do governo local e de cidadãos comuns. Anteriormente, a Nigeria Security Network (Nsn), um importante grupo de estudo e avaliação dos conflitos no país, tinha dado o alarme sobre um possível ataque iminente contra Maiduguri. «A Nigéria está prestes a perder o controle do Estado de Borno, inclusive a sua capital», tinham alertado os peritos da Nsn. No mês passado, o líder do Boko Haram, Abubakar Shekau declarou o nordeste do país «território muçulmano» e desde então as suas milícias tomaram o controle de vários territórios em Borno, desde sempre sua principal fortaleza, a partir da cidade de Gwoza, na fronteira com os Camarões.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

26 de Fevereiro de 2020

NOTÍCIAS RELACIONADAS