Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Nasce na Índia um novo movimento

Lançar uma mensagem de emancipação e de dignidade, redescobrir o papel da mulher na Igreja, saindo dos clichés de subordinação; repetir a importância da contribuição feminina na sociedade indiana, marcada por graves e frequentes episódios de estupros não punidos: por este conjunto de motivos, durante uma conferência nacional que se realizou em Bangalore – refere a agência Fides – foi lançado no País o Movimento das mulheres cristãs, que quer recomeçar pela valorização da mulher, promovida pelo Concílio Vaticano II e pela Mulieris dignitatem e relançada expressamente pelo Papa Francisco. È real a urgência de dar voz às mulheres cristãs na Igreja e na sociedade, sobretudo às mais pobres e marginalizadas, para defender os direitos de todas elas: para isto centenas de religiosas e leigas de diversas confissões cristãs iniciaram um projecto que quer «desafiar a mentalidade patriarcal e promover iguais direitos». Entre os fundadores do movimento está a Comissão para as mulheres que actua no seio da conferência episcopal indiana. Um conselho de nove membros foi logo formado com o objectivo de alargar o movimento e de elaborar as modalidades da sua presença activa na sociedade indiana.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

12 de Dezembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS