Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Não nos habituemos à violência

· ​O cardeal Sandri na vigília de oração pela paz na Síria e no Iraque ·

Uma oração e um pedido de perdão: não só pela tragédia que se consuma na Síria e no Iraque mas também porque «talvez nos estejamos a habituar a quanto acontece». Assim o cardeal Leonardo Sandri, prefeito da Congregação para as Igrejas orientais, sintetizou o espírito da vigília pela paz promovida pela diocese de Roma na noite de quinta-feira, 15 de Janeiro, na igreja paroquial da Natividade de Nosso Senhor Jesus Cristo.

«A acumulação de notícias e imagens de atentados, destruições, assassinatos e sequestros, os rostos das crianças, dos idosos e dos exilados acampados nas igrejas, escolas ou campos de refugiados – disse o purpurado durante a celebração – talvez nos tenha impelido a dizer alguma vez: mas deveras isto acabará?». Seria ainda mais grave, frisou, «se, não obstante as muitas declarações de intenções, houvesse um acordo tácito entre algumas forças a fim de que o Médio Oriente deixe de ser pátria para os cristãos». Ou ainda pior, que «o drama deva continuar, porque sobre cada drama há quem lucra, desde o traficante de armas, de matérias-primas, até ao mais odioso traficante de pessoas humanas, mulheres e crianças».

«Nesta vigília, juntamente com o Santo Padre e com toda a Igreja de Roma e universal, com os outros fiéis cristãos – afirmou o purpurado – como Abraão diante da acção de Deus, queremos ser intercessores incansáveis», de modo que unamos «os nossos corações e os nossos lábios com quantos estão na Síria e no Iraque, com um pensamento particular aos bispos, aos sacerdotes e aos sequestrados».

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

25 de Fevereiro de 2020

NOTÍCIAS RELACIONADAS