Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Não há paz sem progresso

· O cardeal Turkson no Sudão do Sul para levar uma mensagem do Papa Francisco ·

Um «apelo urgente» a pôr fim às violências no Sudão do Sul, garantir as ajudas humanitárias e promover a paz está contido na mensagem enviada pelo Papa Francisco à diocese de Juba. 

O texto, assinado pelo secretário de Estado, o cardeal Pietro Parolin, foi lido na manhã de domingo, 23 de Março, pelo cardeal Peter Kodwo Appiah Turkson, presidente do Pontifício Conselho «Justiça e Paz», que presidiu à missa na catedral de Santa Teresa em Juba, na conclusão de cinco dias de visita no país, assolado por uma guerra que, frisa o Pontífice na mensagem, «custou a vida a pessoas inocentes», causando divisões e dando origem a «pobreza, fome, doenças e morte».

«Sem paz não pode haver progresso» escreve o Papa na mensagem dirigida ao arcebispo de Juba, D. Paulino Lukudu Loro. «Não podemos permanecer indiferentes face a esta realidade» frisa ainda o Pontífice referindo-se sobretudo à dramática situação de deslocados e refugiados obrigados ao exílio, em condições «desprezíveis para a sua dignidade», já não considerados pessoas mas «estatísticas sem nome». Eis portanto o apelo para que todas as partes em causa, com o apoio da comunidade internacional, ponham fim às violências, garantindo «o acesso às ajudas humanitárias para os necessitados» e procurem «incansavelmente soluções pacíficas, para fazer prevalecer o bem comum sobre os interesses particulares».

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

20 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS