Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Na nascente da identidade cristã

· Mensagem do Papa à assembleia plenária na Terra Santa das conferências episcopais da Europa ·

«Possa o vosso repouso no Senhor renovar-vos na santidade da vida e no zelo apostólico em relação a quantos estão confiados aos vossos cuidados pastorais. 

Além disso, reavive o vigor do Evangelho, do qual «surgem novos caminhos, métodos criativos, outras formas de expressão, sinais mais eloquentes, palavras cheias de significado renovado para o mundo actual» (Evangelii gaudium, 11)». São palavras contidas na mensagem que o Papa enviou aos presidentes das conferências episcopais da Europa, desde ontem (e até 16 de Setembro) reunidos em Korazim e noutros lugares da Terra Santa para a sua assembleia plenária. «Dado que estais a reflectir sobre a vida da Igreja nos vossos países – escreve Francisco – rezo para que o tempo vivido juntos seja antes de mais um tempo forte de oração e solidariedade. Confio especialmente às vossas orações o próximo Sínodo geral para que a Igreja possa responder cada vez com mais urgência e generosidade às necessidades da família». Na abertura dos trabalhos, o presidente do Conselho das conferências episcopais da Europa (Ccee), cardeal Péter Erdő, enumerou os objectivos da assembleia: meditar sobre a pessoa de Jesus, confrontar-se sobre a nova evangelização esperada no continente europeu, medir-se com os actuais desafios a nível global e continental, mas sobretudo «redescobrir a nascente da nossa identidade como povo de Deus e da nossa missão como sucessores dos apóstolos, enviados a testemunhar o encontro com o rosto da misericórdia do Pai que é o próprio Jesus». É a primeira vez na história da Ccee que uma plenária se realiza na Terra Santa, mas é também a primeira vez, na história recente do cristianismo, que um grupo tão numeroso de representantes do episcopado europeu se encontra ali contemporaneamente. Aceitando o convite do patriarca de Jerusalém dos Latinos, Fouad Twal, os presidentes estão em peregrinação, explicou ainda o cardeal Erdő, «para reafirmar o nosso sim ao Senhor Jesus como bispos europeus». É um regresso «às raízes da fé cristã» e um «sinal de proximidade e solidariedade» com a comunidade cristã local.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

24 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS