Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Muitos ficarão surpreendidos

· Anunciados o livro com a entrevista de Seewald a Bento XVI e o segundo volume sobre Jesus ·

Há grande expectativa pela entrevista a Bento XVI feita por Peter Seewald: Licht der Welt. Der Papst, die Kirche und die Zeichen der Zeit («Luz do mundo. O Papa, a Igreja e os sinais dos tempos») cuja publicação, 24 de Novembro, foi anunciada na Feira de Frankfurt. «Fiquei comovido pela bondade e disponibilidade do Papa», diz o jornalista alemão que já tinha entrevistado duas vezes o cardeal Ratzinger. Também desta vez o entrevistado não se subtraiu às perguntas e «todos ficarão surpreendidos ao encontrar um Ratzinger tão disposto e aberto», disse o jornalista no dia 7 de Outubro num encontro com a imprensa na Feira Internacional do Livro de Frankfurt. Nessa ocasião, a Libreria Editrice Vaticana e a Editora Herder analisaram a situação sobre as publicações relativas a Bento XVI. Como disse Pe. Giuseppe Costa, director da lev, as publicações de Joseph Ratzinger têm uma grande força de atracção editorial. Além disso, a realidade confirma o aumento da parceria entre a lev e a editora Herder, diz Pe. Costa. «Ambas compartilham a responsabilidade histórica de traduzir em produtos para o mercado livreiro as palavras e os escritos de um Papa que sabe usar uma linguagem imediata e livre, sintética e clara». Em relação à entrevista de Seewald, o simples facto de tê-la aceite «significa uma grande atenção ao instrumento literário». O livro será um estímulo eficaz à reflexão contemporânea sobre a Igreja.

Antes de receber o texto, doze editoras do mundo garantiram para si os direitos para a publicação da entrevista, entre as quais a Ignatius Press para os eua e a Bayard para a França, representadas no encontro na Buchmesse pelo jesuíta Joseph Fessio e por Fréderic Boyer.

Quanto ao volume sobre Jesus, pode-se falar sem meios-termos de um sucesso editorial mundial, com mais de trinta edições publicadas e um total de cerca de três milhões de cópias vendidas no mundo inteiro. E um sucesso análogo delineia-se inclusive para a continuação da obra, já iminente. A 11 de Julho de 2007, na Basílica de São João de Latrão, na abertura do Congresso da Diocese de Roma, Bento XVI dizia: «Para a educação e a formação cristã são decisivas sobretudo a oração e a nossa amizade pessoal com Jesus: só quem conhece e ama Jesus Cristo pode introduzir os irmãos numa relação vital com Ele. E impelido por esta necessidade, pensei que seria útil escrever um livro que ajude a conhecer Jesus».

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

16 de Setembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS