Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Muito mais
do que simples tolerância

· O patriarca Bartolomeu em Paris fala da liberdade religiosa ·

A liberdade religiosa é muito mais do que a simples tolerância das diferenças. Substancialmente, foi o que frisou o patriarca ecuménico de Constantinopla, Bartolomeu, no primeiro dos seus pronunciamentos durante a visita de três dias – de 28 a 30 de Janeiro – a Paris, onde receberá o diploma honoris causa no Institut catholique.

 Ao chegar à capital francesa, na Academia das ciências morais e políticas, o patriarca falou sobre a liberdade religiosa por ocasião do décimo sétimo centenário do édito de Milão. Recordando o contexto de secularização difundida que caracteriza em particular a sociedade ocidental contemporânea, e só aparentemente contraditória, reavaliação do papel da religião nos âmbitos antropológico, espiritual, cultural e social, o patriarca frisou que «a questão central para as religiões são os direitos humanos». De facto, «entre os direitos humanos, o da liberdade religiosa constitui o maior desafio que as religiões enfrentam».

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

19 de Novembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS