Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

​Misericórdia sem confins

· Celebração penitencial na basílica de São Pedro ·

O Papa Francisco presidiu à celebração da penitência na tarde de sexta-feira 9 de março, na basílica de São Pedro. O Pontífice foi o primeiro a receber o sacramento da reconciliação, confessando por sua vez em seguida doze fiéis. Durante o rito penitencial que tem lugar no tempo quaresmal, que já se tornou tradicional, Francisco ajoelhou-se no degrau do confessionário colocado ao lado do monumento de Clemente XIII. Em seguida, depois de ter recebido a absolvição do frade penitencieiro, sentou-se no confessionário em frente, vestiu a estola roxa e administrou o sacramento a sete mulheres e cinco homens. No total, as confissões duraram cerca de uma hora. Na homilia o Pontífice falou do amor misericordioso de Deus que «não conhece limites e está desprovido de confins; não apresenta obstáculos». E ao mesmo tema foi dedicada a audiência da manhã de sábado, 10 de março, que o Papa concedeu à associação suíça «Fonte da misericórdia».

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

20 de Novembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS