Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

As migrações entre cooperação e desenvolvimento

· ​Publicado o documento final do sétimo congresso mundial de pastoral ·

A caminho com os migrantes e os refugiados. «A Igreja compromete-se a compreender as causas que estão nas origens das migrações, mas também a trabalhar para superar os efeitos negativos e a valorizar os positivos sobre as comunidades de origem, de trânsito e de destino dos movimentos migratórios». Estas palavras, pronunciadas pelo Papa por ocasião do último dia mundial do migrante e do refugiado, estão na base do documento final do sétimo congresso mundial da pastoral para os migrantes. Divulgado esta semana pelo Pontifício Conselho para a pastoral dos migrantes e itinerantes, o texto nasceu da colaboração dos trezentos participantes que vieram a Roma, provenientes de mais de noventa países no mês de Novembro passado, para reflectir sobre o tema: «Cooperação e desenvolvimento na pastoral das migrações». O documento, cujo texto pode ser consultado também no site do dicastério (www.pcmigrants.org) está dividido em três secções. Na primeira descreve-se o congresso nos pormenores; a segunda é dedicada aos resultados obtidos nos trabalhos; a terceira contém uma série de considerações apresentadas pelos participantes.

Antonio Maria Vegliò

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

20 de Setembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS