Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Mestre interior

· O Espírito e o Pentecostes ·

A efusão do Espírito Santo sobre Maria e os discípulos reunidos no Cenáculo «não foi única nem limitada àquele momento, mas é um acontecimento que se renovou e ainda se renova», recordou o Papa na homilia da missa da solenidade de Pentecostes, celebrada na manhã de domingo 8 de Junho, na basílica de São Pedro. 

O Pontífice ressaltou de modo particular que o Espírito Santo é «memória viva da Igreja». Por isso, disse, «um cristão sem memória não é um cristão autêntico: é um cristão a meio caminho, um homem ou uma mulher prisioneiro do momento, que não sabe valorizar a sua história, não sabe lê-la nem vivê-la como história de salvação. Ao contrário, com a ajuda do Espírito Santo, podemos interpretar as inspirações interiores e os acontecimentos da vida à luz das palavras de Jesus. Assim cresce em nós a sabedoria da memória, a sapiência do coração, que é um dom do Espírito. Que o Espírito Santo reavive a memória cristã em todos nós!».

Texto da homilia do Papa

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

21 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS