Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Memória e futuro

· O Papa Francisco com os avós de todo o mundo para o dia dedicado à terceira idade ·

«Um povo que não preserva os avós e não os trata bem não tem futuro». Retomando um tema que lhe é particularmente querido, o Papa Francisco reafirmou a importância dos idosos na sociedade, porque sem eles «perde-se a memória». No encontro com o mundo da terceira idade por ocasião do dia organizado pelo Pontifício Conselho para a família, no domingo 28 de Setembro, na praça de São Pedro, gestos e palavras do Pontífice ofereceram um testemunho visível de respeito e amor para com os idosos: neste contexto, foi significativo o abraço dado por Francisco a Bento XVI, presente no adro, e ao casal de iraquianos casados há cinquenta e um anos, pais de dez filhos e avós de doze netos, que trouxeram o seu testemunho de cristãos em fuga de perseguições violentas.

No seu discurso o bispo de Roma convidou os numerosos presentes, provenientes de todas as latitudes, a pronunciar «todos juntos um “obrigado” especial! É muito bom que tenhais vindo hoje aqui: é um dom para a Igreja. E nós oferecemo-vos a nossa proximidade, a nossa oração e a ajuda concreta» acrescentou frisando que «a violência contra os idosos é desumana, assim como contra as crianças. Mas Deus não vos abandona, está convosco! Com a sua ajuda vós sois e continuareis a ser memória para o vosso povo; e também para nós, para a grande família da Igreja».

A este propósito o Pontífice frisou como os irmãos perseguidos testemunhem «que também nas provações mais difíceis os idosos que têm fé são como árvores que continuam a dar fruto. E isto é válido também nas situações mais comuns, onde contudo podem haver outras tentações, e outras formas de discriminação», prosseguiu referindo-se a outros problemas da terceira idade referidos pelos diversos testemunhos dados na praça por avós de todo o mundo.

A manifestação teve dois momentos. Ao da festa seguiu-se a missa celebrada pelo Papa Francisco, que centrou a homilia sobre a importância do encontro entre jovens e idosos: «O povo não tem futuro sem este encontro entre as gerações», disse. E por fim, no Angelus, recordou que no próximo domingo terá início a assembleia sinodal sobre o tema da família, convidando «todos, indivíduos e comunidades, a rezar por este importante acontecimento».

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

21 de Setembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS