Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Mãos-largas

· Beatificado em San Miniato o bispo Pio Alberto del Corona ·

O povo dizia que ele era o bispo com as mãos-largas, porque a sua generosidade para com o pobres era proverbial. Narra-se que um dia não tendo nada para oferecer a um necessitado, deu-lhe os seus selos postais, para que os vendesse. 

Esta grande caridade de monsenhor Pio Alberto del Corona foi recordada pelo cardeal Angelo Amato, prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, presidindo à sua beatificação em representação do Papa Francisco, na manhã de sábado, 19 de Setembro, na igreja de São Francisco em San Miniato (Itália).

O Papa Francisco, na carta apostólica de beatificação, chama-o «pastor de almas segundo o coração de Cristo, testemunha solícita e humilde do Evangelho». Com efeito, o beato, disse o purpurado, «foi um pastor que, como dizia São Gregório Magno, dialogava com Deus sem esquecer os homens e dialogava com os homens sem esquecer Deus. A sua presidência pastoral era um serviço autêntico».

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

19 de Fevereiro de 2020

NOTÍCIAS RELACIONADAS