Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Manifesto da Santa Sé

· Apreço do Papa pelo serviço da Guarda Suíça Pontifícia ·

Um «manifesto da Santa Sé»: assim o Papa definiu a Guarda Suíça Pontifícia, expressando apreço pela «gentileza» e «competência» com as quais o Corpo desempenha o seu serviço. Durante a audiência de 4 de Maio na sala Clementina, por ocasião do juramento dos novos recrutas – que terá lugar no dia 6 – o Pontífice convidou os membros da Guarda a «assumir as solicitudes de Cristo», para «ser seus companheiros». Assim, explicou, «aprendereis no dia-a-dia a “sentir” com Cristo e com a Igreja. O guarda suíço é uma pessoa que procura realmente seguir o Senhor Jesus e ama de modo especial a Igreja, é um cristão de fé genuína». Francisco recomendou também que alimentem a oração pessoal, em particular com a recitação do rosário, sem descuidar «o serviço aos mais pobres, aos doentes e a quantos precisam de uma boa palavra».

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

15 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS