Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Mais praticantes que os homens

A nível global existem mais mulheres do que homens que se identificam com uma religião, rezam diariamente e definem a religião «muito importante». Segundo os dados do centro de pesquisas norte-americano Pew Reserch Center 83,4 por cento das mulheres do mundo se identificam numa pertença religiosa, ao passo que para os homens o dado não supera 79,9 por cento. Esta diferença em números equivale a cerca de 97 milhões de pessoas. O gap em prol das mulheres é mais acentuado no cristianismo, ao passo que entre os muçulmanos e os judeus ortodoxos são os homens que praticam mais. Mais mulheres do que homens participam na liturgia cristã dominical e as diferenças em percentagens mais significativas registam-se na Colômbia e na Itália, respetivamente com 20 e 19 por cento mais mulheres do que homens.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

18 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS