Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

A liberdade religiosa é um direito inalienável

· No Angelus da festa de santo Estêvão foram recordados os numerosos mártires cristãos de hoje ·

Um convite a fortalecer «em todas as partes do mundo o compromisso para reconhecer e assegurar concretamente a liberdade religiosa» foi lançado pelo Papa Francisco durante o Angelus recitado com os fiéis presentes na praça de São Pedro ao meio-dia de 26 de dezembro, festa de santo Estêvão. Recordando a figura do primeiro mártir, o Pontífice pediu orações pelos numerosos «mártires de hoje», que «são discriminados, perseguidos e mortos por causa do seu testemunho de Cristo».

Texto do discurso do Papa 

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

19 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS