Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

João Paulo II será beatificado  a 1 de Maio próximo

João Paulo II será proclamado beato pelo seu sucessor Bento XVI no Vaticano no próximo dia 1 de Maio, segundo domingo de Páscoa da Divina Misericórdia. A autorização à promulgação do decreto sobre o milagre atribuído a Karol Wojtyła — o acto que conclui oficialmente o andamento da causa de beatificação — foi dada pelo próprio Papa Ratzinger na sexta-feira, 14 de Janeiro, durante a audiência concedida ao cardeal Angelo Amato, prefeito da Congregação para as Causas dos Santos. Juntamente com o decreto relativo ao seu predecessor, o Pontífice autorizou a promulgação de outros oito decretos, entre os quais, o relativo à leiga brasileira «Nhá Chica».

Promulgação de decretos

No dia 14 de Janeiro de 2011, o Santo Padre Bento XVI recebeu em audiência particular o Cardeal Angelo Amato, s.d.b., prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, durante a qual autorizou a Congregação a promulgar os Decretos relativos:

— a um milagre, atribuído à intercessão do venerável Servo de Deus João Paulo II (Karol Wojtyła), Sumo Pontífice; nascido em Wadowice (Polónia) a 18 de Maio de 1920 e falecido em Roma (Itália) no dia 2 de Abril de 2005;

— a um milagre, atribuído à intercessão da venerável Serva de Deus Antonia Maria Verna, Fundadora do Instituto das Irmãs da Caridade da Imaculada Conceição de Ivrea; nascida em Rivarolo Canavese (Itália), no dia 12 de Junho de 1773 e ali falecida a 25 de Dezembro de 1838;

— a um milagre, atribuído à intercessão do venerável Servo de Deus José Toniolo, leigo, pai de família; nascido em Treviso (Itália), a 7 de Março de 1845 e falecido em Pisa (Itália), no dia 7 de Outubro de 1918;

— ao martírio das Servas de Deus Maria Júlia (no século: Kata Ivanišević); Maria Benedita (no século: Teresia Banja); Maria Krizina (no século: Josefa Bojanc); Maria Antonia (no século: Josefa Fabjan); e Maria Berchmana (no século: Carolina Anna Leidenix), religiosas professas do Instituto das Filhas da Divina Caridade, assassinadas por ódio à Fé na Bósnia e Herzegovina entre os dias 15 e 23 de Dezembro de 1941;

— às virtudes heróicas do Servo de Deus António Franco, Prelado Ordinário de Santa Lucia del Mela; nascido em Nápoles (Itália), a 26 de Setembro de 1585 e falecido em Santa Lucia del Mela (Itália), a 2 de Setembro de 1626;

— às virtudes heróicas do Servo de Deus Francisco Maria da Cruz (no século: João Baptista Jordan), sacerdote, fundador da Sociedade do Divino Salvador e da Congregação das Irmãs do Divino Salvador; nascido em Gurtweil (Alemanha), a 16 de Junho de 1848 e falecido em Tafers (Suíça), no dia 8 de Setembro de 1918;

— às virtudes heróicas do Servo de Deus Nelson Baker, sacerdote diocesano; nascido em Buffalo (eua), no dia 16 de Fevereiro de 1842 e falecido em Limestone Hill (eua), a 29 de Julho de 1936;

— às virtudes heróicas do Servo de Deus Faustino Pérez-Manglano Magro, aluno e postulante dos Padres Marianistas; nascido em Valência (Espanha), a 4 de Agosto de 1956 e ali falecido no dia 3 de Março de 1963; e

— às virtudes heróicas da Serva de Deus Francisca de Paula de Jesus, chamada «Nhá Chica», leiga; nascida em São João del Rei (Brasil) em 1810 e falecida em Baependi (Brasil), a 14 de Junho de 1895.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

23 de Setembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS