Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

A irmã Carmen e os direitos humanos no Peru

Recusou assinar um relatório oficial que era um pretexto sobre o trágico conflito que houve em 2010 em Bagua, na floresta setentrional do Peru, quando morreram umas trinta pessoas e hoje continua impassível a trabalhar para trazer à luz os eventos e as responsabilidades políticas que provocaram aquele massacre. Também por isto, por ocasião do dia mundial dos direitos humanos, a irmã María del Carmen Gómez Calleja recebeu o Prémio nacional peruano dos Direitos humanos em 2013, atribuídos todos os anos pela Comissão nacional dos direitos humanos do País sul-americano a quem se empenha na dura tarefa de defender os direitos fundamentais. A missionária espanhola, que trabalha no vicariato de São Francisco em Bagua, pertence à Congregação de São José que há quase meio século acompanha os povos indígenas da Amazónia peruana. A irmã Carmen, de modo especial, dedica-se há seis anos á promoção das mulheres indígenas Awajun.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

19 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS