Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Intensificam-se os conflitos na Síria

· Doze mortos num novo bombardeamento das tropas governamentais sobre a cidade de Alepo ·

Escalation dos confrontos e das violências na Síria, enquanto o Governo de Assad elabora um plano de paz, que deveria ser apresentado em breve.

A Onu condena duramente a posição de Damasco sobre a crise, frisando a própria «mágoa» devido às palavras proferidas há dois dias pelo presidente sírio num discurso à Nação.

Segundo um balanço provisório do Observatório nacional para os direitos humanos na Síria (Ondus), pelo menos sessenta pessoas, entre as quais 34 civis, foram assassinadas ontem em todo o país. O episódio mais grave, o bombardeamento que atingiu o bairro de Al Mashhad em Alepo, provocou a morte de 12 pessoas, das quais uma criança. Mas a batalha prossegue com violência também em diversas outras localidades. Sobretudo nos subúrbios de Damasco, atingidos nos últimos dias por uma contra-ofensiva do governo que visa pôr fim ao assédio das milícias rebeldes.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

15 de Setembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS