Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Impulso missionário

· Dedicado à Amazônia o Congresso eucarístico nacional do Brasil ·

Belém, 19. Dar um vigoroso impulso à evangelização missionária: é «o fruto» que o Papa Francisco deseja que possa brotar do décimo sétimo Congresso eucarístico nacional, iniciado na segunda-feira passada no Brasil, explicou o enviado especial do Pontífice, cardeal Cláudio Hummes, arcebispo emérito de São Paulo e presidente da Comissão para a Amazônia, organismo da CNBB. Na homilia da concelebração eucarística que inaugurou o evento, o purpurado transmitiu as saudações do Papa evidenciando que ele «recorda sempre com grande afeto» os missionários que trabalham na região amazônica, «mas também os primeiros missionários que nas situações mais difíceis evangelizaram a população, em particular os indígenas».

O Congresso eucarístico realiza-se até domingo 21 em Belém, no Estado do Pará, no contexto das celebrações para o quarto centenário da evangelização da Amazônia e da fundação da cidade. Belém, juntamente com Manaus, é o centro mais importante de toda a região amazônica.

O tema é «Eucaristia e Partilha na Amazônia Missionária». O ponto central da vida da Igreja é a Eucaristia – observou, numa declaração à Rádio Vaticano, o arcebispo de Belém do Pará, D. Alberto Taveira Corrêa – e «precisamente deste ponto de vista central da Igreja nasce também, como afirma o hino do Congresso eucarístico, a perspetiva da missão. Todos olham para a Amazônia, Paulo VI dizia que Cristo pousa o olhar sobre a Amazônia, e hoje a Amazônia olha para o Brasil nesta perspetiva missionária que nasce da Eucaristia. Deste modo pode nascer uma vitalidade nova, uma grande participação, uma autêntica conversão de vida para toda a Igreja brasileira, a partir do Congresso eucarístico. E depois temos o impulso do Papa, um impulso missionário», concluiu D. Taveira Corrêa.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

13 de Dezembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS