Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Guia para um país mais justo

· O presidente do Paraguai sobre a visita do Papa ·

«Uma semente que deve ser responsabilidade de todos fazer germinar, crescer e prosperar»: é a herança que, segundo o presidente da República do Paraguai, Horacio Manuel Cartes, o Papa Francisco deixou ao país com a sua visita. 

Após a partida do Pontífice, o chefe de Estado difundiu uma mensagem televisiva na qual antes de tudo agradece a Francisco «a sua simplicidade e o calor, o enorme esforço de se encontrar com as pessoas, sempre com um sorriso e num calendário de acontecimentos que ninguém teria podido realizar».

Dirigindo-se directamente ao Santo Padre, Cartes disse: «Obrigado pelo tesouro das suas palavras que iluminam o presente e nos oferecem uma guia para enfrentar os desafios futuros. A sua orientação esclarece o caminho e atribui-nos também uma grande tarefa: trabalhar juntos, com sacrifício e perseverança para construir um país mais justo para todos».

A seguir, o presidente falou aos seus concidadãos e – depois de ter agradecido aos oitenta e dois mil voluntários que prestaram serviço durante os três dias da visita («são a prova de que com a vontade e a dedicação, é possível obter qualquer objectivo»), a Igreja local, as autoridades civis, as forças de segurança, e os jornalistas – estimulou todos, «chefes políticos, empresários, comerciantes, camponeses, jovens, mulheres» a «abraçar as palavras» do Pontífice e a renovar a «convicção de poder alcançar um desenvolvimento económico com um rosto humano que tenha em consideração o ambiente e as pessoas mais necessitadas».

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

25 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS