Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Fogos de guerra

· Mais de setenta mortos na incursão israelita sobre a Faixa de Gaza enquanto continua o lançamento de foguetes palestinos ·

A Onu e o Egipto procuram elaborar um acordo para chegar ao cessar-fogo

É de 74 mortos e 550 feridos o último balanço das incursões israelitas sobre a Faixa de Gaza, em resposta aos foguetes de Hamas. Durante a noite, os caças israelitas atingiram e mataram mais 14 palestinos, dos quais 13 unicamente na cidade de Khan Yunes. Em menos de três dias — segundo fontes israelitas — de Gaza foram lançados 365 foguetes: um a cada dez minutos. Na Faixa de Gaza a realidade é dramática. A população (dois milhões de pessoas) está em gravíssimos apuros. Desde o início das incursões israelitas, há dois dois, o exército anunciou que atingiu mais de 750 alvos de Hamas. O secretário-geral da Onu, Ban Ki-moon, e o presidente egípcio, Abdel Fattah al-Sissi, começaram a examinar a hipótese de um cessar-fogo para pôr fim à recrudescência militar israelita na Faixa de Gaza.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

17 de Setembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS