Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

A FAMÍLIA SEGUNDO DOLCE E GABBANA

Começou em 2013 o projecto #Dgfamily que pede aos participantes para enviar uma fotografia da própria família: nem sequer dois anos mais tarde, chegaram aos estilistas italianos Domenico Dolce e Stefano Gabbana mais de quatro mil fotografias de dez países. Criadores de vestidos verdadeiramente notáveis - mas proibitivos para os comuns mortais - os dois, contrários ao aluguer do útero e defensores da “família tradicional”, acabaram de apresentar uma colecção invernal surpreendente. Uma verdadeira ode à maternidade, numa profusão de cores, formas suaves, escritas afectuosas dedicadas às mães e desenhos de crianças. Maternidade de pano e maternidade de carne: nas passarelas milanesas, diante de uma cenografia com mães e filhos de diferentes gerações, muitos modelos sorridentes e radiantes desfilaram com os seus filhos ao colo ou de mãos dadas. Frequentemente, a moda e a publicidade não hesitam seguir, por interesse, o politicamente correcto. Dolce e Gabbana, pelo contrário, seduziram as mães. Uma mensagem positiva, reconfortante, optimista. Mesmo para quantos nunca poderão vestir aquelas roupas.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

8 de Dezembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS