Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Família no centro

· Em diálogo com o cardeal Blázquez Pérez, arcebispo de Valladolid ·

Família, paróquia e escola: são as três realidades nas quais os bispos espanhóis apostam para realizar uma pastoral de anúncio e formação na fé. O presidente da Conferência episcopal, arcebispo de Valladolid, Ricardo Blázquez Pérez, cardeal criado no consistório de 14 de Fevereiro, falou sobre isto nesta entrevista ao nosso jornal.

Depois de quase um século Valladolid tem um arcebispo cardeal. Qual é o significado da escolha do Papa Francisco?

Na história da diocese de Valladolid houve outros três purpurados: Juan Ignacio Moreno Maisonove, criado em 1868; Antonio Marías Cascajares Azara, em 1895; e José María Cos Macho, em 1911. Quando recebi a notícia senti um orgulho sadio mas sobretudo expressei gratidão ao Papa. Foi um gesto que uniu mais profundamente a diocese ao seu bispo. E não foi só a comunidade cristã que exprimiu a própria alegria mas também a sociedade civil e as autoridades.

A prioridade para a Igreja espanhola actualmente é a evangelização da cultura. Que iniciativas tomastes?

No campo da evangelização da cultura devemos antes de tudo citar a longa série de exposições dedicadas a «Las edades del hombre», que se realizam há mais de vinte e cinco anos: a primeira foi precisamente em Valladolid. Castilla y Léon, como outras regiões da Espanha, possui um rico e precioso património religioso-cultural. Essas exposições são uma oportunidade para o restaurar e mostrar, respeitando a sua dimensão catequética e artística. São muito visitadas e valorizadas. Em Abril será inaugurada uma nova exposição sobre «Santa Teresa de Jesús, maestra de oración», em Ávila, cidade na qual nasceu há quinhentos anos, e em Alba de Torres (Salamanca), onde morreu. Também nas faculdades de ciências da comunicação foram preparadas algumas exposições. Quanto ao campo mais específico da comunicação, a Conferência episcopal é proprietária da Rádio Cope e de treze redes televisivas. São meios importantes, que esperamos sejam mais claramente evangelizadores e incisivos. Rádio Maria tem um raio de acção mais amplo. Além disso existem em quase todas as dioceses boletins de comunicação e evangelização. Os meios não faltam; mas a recepção por parte da sociedade nem sempre é satisfatória.

Nicola Gori

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

11 de Dezembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS