Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Estima sincera e profundo apreço

· ​Telegrama do Sumo Pontífice a Giorgio Napolitano ·

Na manhã de 14 de Janeiro Giorgio Napolitano deixou o cargo de presidente da República italiana, para o qual tinha sido eleito em 2006 e confirmado em 2013. Na iminência da demissão, o Papa Francisco enviou-lhe o seguinte telegrama.

A Sua Excelência
Dep. Giorgio Napolitano
Presidente da República italiana
Palácio do Quirinal
00187 — Roma

Tendo tomado conhecimento da sua demissão das funções de Chefe de Estado, enquanto realizo a viagem apostólica no Sri Lanka e nas Filipinas, estou-lhe espiritualmente próximo e desejo manifestar-lhe sentimentos de estima sincera e de profundo apreço pelo seu serviço generoso e exemplar à Nação italiana, desempenhado com autoridade, fidelidade e dedicação incansável ao bem comum. A sua obra iluminada e sábia contribuiu para fortalecer na população os ideais de solidariedade, unidade e concórdia, especialmente no contexto europeu e nacional, marcado por muitas dificuldades. Invoco a assistência divina sobre Vossa Excelência, a sua Esposa e as pessoas que lhe são queridas, garantindo uma recordação constante na oração.

FRANCISCUS  PP.

14 de Janeiro de 2015.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

8 de Dezembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS