Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Esperança para quem é descartado

· Ao Movimento pela vida o Papa Francisco recorda que todos têm o direito a nascer e a uma existência digna ·

Tutelar e defender qualquer existência «desde a concepção até ao seu ocaso natural», mas dedicar também atenção «àquelas situações de pobreza e de exploração que atingem as pessoas mais débeis e desfavorecidas». Eis o dúplice horizonte de acção que o Papa Francisco indicou aos membros do Movimento pela vida, recebidos em audiência na manhã de sexta-feira 6 de Novembro, na Sala Régia.

Uma realidade entre as mais significativas do voluntariado italiano, que graças ao trabalho de mais de quinze mil pessoas nos últimos dez anos ajudou pelo menos 170.000 mulheres grávidas e mais de 250.000 mulheres em dificuldade, permitindo que 120.000 crianças nascessem. «Agradeço-vos pelo bem que fizestes e que fazeis com tanto amor» disse o Pontífice encorajando a actividade do movimento e indicando como modelo a figura do bom samaritano. «Também no nosso tempo – recordou depois de ter evocado a parábola evangélica – há tantos feridos, por causa dos salteadores de hoje, que os despojam não só dos pertences, mas também da sua dignidade. Eis então o convite «a prosseguir com confiança por este caminho» e a não se cansarem «de trabalhar pela tutela das pessoas mais indefesas, que têm o direito de nascer, assim como de quantas pedem uma existência mais sadia e digna». E entre estas Francisco citou expressamente os idosos, os jovens, as famílias pobres e as mulheres, sobretudo as imigradas, que não obstante «problemas e condicionamentos» conseguem encontrar no apoio oferecido pelos voluntários a força para «fazer triunfar dentro de si o sentido do amor, da vida e da maternidade».

Discurso do Papa 

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

22 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS