Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Entre os «descartes» da sociedade

Do centro do poder político a um dos centros da caridade. Da Capitol Hill o Papa, circundado pelo afecto de muitíssimas pessoas que enchiam as ruas, chegou à paróquia de St. Patrick de automóvel, na quinta-feira 24 de Setembro, para o encontro com cerca de duzentos desabrigados da capital, último compromisso previsto em Washington.

Uma agenda que diz bastante desta visita do Pontífice aos Estados Unidos para um encontro muito esperado pela Igreja local. E uma escolha não casual. De facto, a igreja paroquial de St. Patrick – a mais antiga de Washington e entre as mais antigas do país, fundada em 1794 pelos pedreiros, sobretudo irlandeses, que trabalhavam na Casa Branca e no Capitólio – está há mais de dois séculos em primeira linha na assistência aos mais necessitados. Actividade que se intensificou nos últimos anos, graças a novos edifícios, realizados em terrenos adquiridos recentemente, que oferecem serviços de promoção humana e espiritual.

Na chegada Francisco foi acolhido pelo reitor, monsenhor Salvatore Criscuolo, e por centenas de pessoas que o saudaram com grande entusiasmo. Uma comovida saudação de boas-vindas, mas não por isso menos calorosa, sobretudo a dos homeless. O Papa ouviu as suas vozes – muitas expressões foram-lhe dirigidas em espanhol – e recolheu as suas intenções, respondendo a quem lhe pedia uma palavra de encorajamento, uma bênção.

Gaetano Vallini

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

19 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS