Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

A audácia de Jesus

· ​Antes do Angelus o Papa recordou que os pecados de egoísmo, soberba e corrupção tornam impuro o homem, e foi o primeiro que se inscreveu para a jornada mundial da juventude programada no Panamá ·

O que torna impuro o homem não são as enfermidades do corpo, mas os pecados, ou seja, as «doenças do coração» como o egoísmo, a soberba e a corrupção, recordou o Papa no Angelus recitado na praça de São Pedro no domingo 11 de fevereiro, memória da Bem-Aventurada Virgem Maria de Lourdes e dia mundial do doente.

No final da prece mariana o Pontífice, clicando num tablet ligado à internet, foi o primeiro que se inscreveu como «peregrino» rumo à jornada mundial da juventude, programada para 2019 no Panamá. Estavam ao seu lado os jovens Ricardo Javier Villalba Garcete, paraguaio, e Paola Nalin, italiana. Sucessivamente, o Papa transmitiu os bons votos aos povos orientais que celebram o novo ano lunar e saudou a comunidade congolesa de Roma, relançando o convite a participar no dia de oração e jejum pela paz, proclamado para 23 de fevereiro.

Angelus do Papa

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

19 de Agosto de 2018

NOTÍCIAS RELACIONADAS