Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Encontro marcado para Tóquio em 2020

· Encerradas as Olimpíadas do Rio de Janeiro ·

Brasília, 22. A ritmo de samba, e com uma pitada de saudade, o Rio de Janeiro celebrou ontem a tarde o encerramento das XXXI Olimpíadas, as primeiras na América do Sul, criticadas por alguns problemas na organização mas arquivadas sem grandes dores de cabeça.

O encerramento dos Jogos olímpicos de 2016 foi uma festa multicolor marcada pelos ritmos e pelos trajes do carnaval, com muitos fogos de artifício e escolas de samba em campo. Uma chuva torrencial durante a celebração correu o risco de arruinar os planos, mas em seguida tudo se realizou sem problemas.

Depois de ter sido agitada pelo presidente da câmara municipal do Rio, Eduardo da Costa Paes, e pelo presidente do Comité olímpico internacional (Cio), Thomas Bach, a bandeira com os cinco círculos das Olimpíadas foi arriada e colocada nas mãos de Yuriko Koike, governadora de Tóquio, capital do Japão, que sediará as Olimpíadas de verão em 2020. Na festa estava presente o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, que apresentou o filme de uma Tóquio moderna e projetada para o futuro. «See you in Tokyo», «Ver-nos-emos em Tóquio», foi o slogan escolhido pelos japoneses para os próximos Jogos olímpicos.

No discurso de despedida, Bach agradeceu à delegação dos refugiados: «Inspirastes-nos com o vosso talento e fostes um exemplo de esperança». Depois, dirigindo-se ao público brasileiro, disse: «Chegamos ao Rio de Janeiro como hóspedes e voltamos para casa como amigos. Permanecereis para sempre no nosso coração; foram Jogos maravilhosos numa cidade maravilhosa». Em seguida, o presidente do Cio declarou encerradas as Olimpíadas.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

15 de Novembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS