Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Em socorro das minorias perseguidas

· A Igreja no Iraque pede maior compromisso pela planície de Nínive e agradece ao Papa o seu apoio constante ·

Ankawa, 11. Pôr em acção «qualquer compromisso possível» a todos os níveis, «local e internacional», para obter a «libertação da planície de Nínive» e permitir quanto antes o regresso dos refugiados cristãos às suas habitações, comprometer-se para «encontrar trabalho» para os desempregados e «oferecer escolas» aos estudantes, a fim de lhes poder garantir a educação e «não impedir o seu futuro». Foram estes, em síntese, os pontos principais que sobressaíram durante a reunião de emergência dos representantes da Igreja católica no Iraque, realizada nos dias passados na sede de Verão do Patriarcado caldeu em Ankawa, bairro de maioria cristã a norte de Erbil, no Curdistão iraquiano. Presidiu ao encontro – referiu a agência AsiaNews – o patriarca de Babilónia dos caldeus, D. Louis Raphaël I Sako, na presença do núncio apostólico na Jordânia e no Iraque, D. Giorgio Lingua, e de um grupo de prelados, entre os quais o arcebispo de Mossul dos Caldeus, D. Amel Shamon Nona. A reunião teve lugar com a finalidade de «unir os esforços para propor sugestões e indicações que possam ajudar “os nossos filhos” a levar uma vida digna».

Os máximos representantes da Igreja no Iraque recordaram primeiro os esforços até agora envidados para garantir alojamento, abrigo e alívio às centenas de milhares de deslocados em fuga das violências das milícias do Estado islâmico, que conquistaram amplas áreas de território no Iraque e na vizinha Síria. Os prelados agradeceram de modo especial ao Papa «o seu encorajamento, as suas declarações de proximidade e de solidariedade, além das ajudas materiais e tudo o que a Santa Sé tem feito pelo país e por todo o Médio Oriente». 

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

19 de Setembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS