Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Em Lesbos pelos refugiados

· No sábado 16 de abril a visita do Pontífice juntamente com o patriarca Bartolomeu e o arcebispo Hieronymos II ·

O Papa Francisco visitará Lesbos no sábado 16 de abril para se encontrar, juntamente com o Patriarca ecuménico Bartolomeu e o arcebispo de Atenas e de toda a Grécia, Hieronymos II, com os refugiados que vivem nos campos da ilha grega. O anúncio foi dado hoje num comunicado da Santa Sé.

O Papa aceitou o convite que lhe dirigiu Bartolomeu e o presidente grego, Prokopīs Paulopoulos. O programa não foi ainda divulgado mas, provavelmente, o Papa e os dois líderes ortodoxos visitarão um campo de refugiados e em seguida rezarão juntos no porto da ilha, diante daquele mar onde tantas pessoas perderam a vida na tentativa de fugir de guerras e misérias. A viagem durará só um dia e «representa uma forte exortação à responsabilidade e à solidariedade sobre uma emergência tão dramática» disse o padre Federico Lombardi, diretor da Sala de imprensa da Santa Sé, apresentando o comunicado aos jornalistas.

A notícia da visita do Papa chega num momento crítico. Como publicou hoje o Alto comissariado Onu para os refugiados (Unhcr), mais de 22.000 crianças migrantes e refugiadas ficaram bloqueadas na Grécia e devem enfrentar um futuro incerto, marcado por violências e exploração.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

20 de Agosto de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS