Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Ele e o aborto

· O ensaio ·

É um tema muito complexo e delicado o que Antonello Vanni aborda no seu Lui e l’aborto . Viaggio nel cuore maschile [Ele e o aborto. Viagem no coração masculino] (San Paolo 2013). Um tema sobre o qual ocorre reflectir ainda e, cada vez mais, para evitar a estéril contraposição, o muro contra muro, a desresponsabilização de todos e, sobretudo, a esquizofrenia. A interrupção voluntária da gravidez – ainda que muitos homens e algumas mulheres o afirmem– não é um tema que deixou de ser tratado com a sua legalização, que não contribui para facilitar uma questão tão dolorosa. E ao voltar a abordá-lo, não podemos continuar a ignorar o homem que, no bem e no mal, está por detrás. Ao continuar a enfatizar o aborto como questão de exclusividade feminina, corremos o risco de legitimar os homens no seu continuar, na substância, a ser excluídos de momentos relevantes como o parto e o nascimento. Como conciliar envolvimento e exclusão, tomada de responsabilidades ex ante e a exclusão da decisão ex post ? ( @GiuliGaleotti)

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

21 de Novembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS