Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

É urgente educar os jovens para a justiça e a paz

· Mensagem do Sumo Pontífice para o Dia mundial de 2012 ·

Na mensagem para o Dia mundial da paz — que se celebra a 1 de Janeiro de 2012 — Bento XVI olha com atenção para as «preocupações manifestadas por muitos jovens nestes últimos tempos, em várias regiões do mundo». Por isso, a «escolha da «perspectiva educativa» que caracteriza a mensagem, centrada no tema «Educar os jovens para a justiça e a paz», assim como o apelo a todos os componentes da sociedade, para que considerem devidamente «estes fermentos e o estímulo ideal» que eles encerram.

Na mensagem sobressai a preocupação do Pontífice em relação às apreensões que caracterizam o mundo juvenil, a centralidade da questão educativa e o dever dos Estados de «ajudar as famílias e as instituições a exercer o direito-dever de educar», através de medidas concretas. Aos políticos o Papa pede que ofereçam aos jovens «uma imagem límpida da política, como verdadeiro serviço para o bem de todos». Bento XVI ressalta ainda a «tendência difundida de recorrer exclusivamente à utilidade, ao proveito e à posse». E recorda que para se educar para «a compaixão, a solidariedade, a colaboração e a fraternidade» é necessário «ser activo no interior das comunidades e vigilante no despertar as consciências para as questões nacionais e internacionais e para a importância de procurar modalidades adequadas de distribuição da riqueza, de promoção do crescimento, de cooperação para o desenvolvimento e de resolução dos conflitos».

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

16 de Setembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS