Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Dor do Papa pela morte do cardeal Macharski

Profunda dor pela morte do cardeal Franciszek Macharski, Arcebispo emérito de Cracóvia, foi expresso pelo Papa Francisco. Num telegrama enviado ao sucessor cardeal Stanisław Dziwisz, o Pontífice recorda como o mote episcopal do saudoso purpurado – Jesus confio em ti! – que guiou a sua vida e o seu ministério «hoje, no ano jubilar da misericórdia, tornou-se uma eloquente invocação que proclama o cumprimento da obra que o Senhor lhe confiou já no ato do batismo, introduzindo-o na fileira dos selados com o seu sangue redentor, e a seguir juntamente com o dom do sacerdócio, quando o enviou com a tarefa de santificar o Povo com a palavra e com a graça dos sacramentos».

«Desempenhava esta missão – frisou o Papa – com zelo como pastor, professor, reitor do Seminário, até ao dia em que o Senhor lhe pediu para se ocupar da herança de São Estanislau e do seu imediato predecessor Karol Wojtyła, hoje são João Paulo II, na sede episcopal de Cracóvia. Confiante na misericórdia divina guiou esta obra como pai para os sacerdotes e para os fiéis confiados à sua cura. Guiou a Igreja em Cracóvia no não fácil período das transformações políticas e sociais, com sabedoria, com um desapego sadio da realidade, preocupando-se pelo respeito de cada pessoa, pelo bem da comunidade da Igreja, e sobretudo por conservar viva a fé no coração dos homens».

«Estou grato à Providência – conclui o Pontífice – que me tornou possível visitá-lo durante a recente viagem a Cracóvia. Na última etapa da vida foi muito provado pelo sofrimento que aceitava com serenidade de espírito. Também nesta provação permaneceu testemunha fiel da confiança na bondade e na misericórdia de Deus. Mantê-lo-ei assim na minha memória e na oração. O Senhor o acolha na sua glória».

O cardeal faleceu na terça-feira, 2 de agosto, às 9h37. Também durante o encontro com os bispos polacos, durante a viagem a Cracóvia, o Pontífice o tinha recordado convidando os prelados a rezar por ele. Franciszek Macharski nascera a 20 de maio de 1927 em Cracóvia e recebera a ordenação sacerdotal a 2 de abril de 1950. Foi nomeado arcebispo de Cracóvia a 29 de dezembro de 1978, sucessor direto de Karol Wojtyła. E precisamente João Paulo II o ordenara bispo a 6 de janeiro de 1979; e em seguida, criado e publicado cardeal no consistório de 30 de junho seguinte, atribuindo-lhe o título de São João na Porta Latina. A 3 de junho de 2005 renunciara ao governo pastoral da arquidiocese.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

20 de Setembro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS