Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

Dinâmica positiva

· O patriarca Cirilo sobre as relações com a Igreja católica ·

As relações com a Igreja católica assumiram uma «dinâmica positiva» que nasce sobretudo da mútua e clara «compreensão da necessidade de unir os esforços para defender os valores cristãos tradicionais e enfrentar desafios como a secularização, a discriminação contra os cristãos, a crise dos relacionamentos familiares que minam os fundamentos da moral pessoal a na vida pública», frisou — segundo a agência Interfax-Religion — o patriarca ortodoxo moscovita Cirilo, por ocasião das celebrações pelo 70º aniversário de fundação do Departamento para as relações eclesiásticas externas do patriarcado. Encontro solene no qual participaram a 19 de maio numerosos representantes da Igreja ortodoxa e da vida civil e política da Federação russa. Em especial, Cirilo não deixou de recordar que a colaboração entre católicos e ortodoxos na defesa das populações cristãs perseguidas em muitos recantos do planeta foi uma das questões centrais enfrentadas durante o encontro com o Papa em Havana em 12 de fevereiro. «Unindo os esforços do testemunho do Oriente e do Ocidente diante de forças que procuram eliminar virtualmente o cristianismo, seremos capazes de cumprir a nossa missão de modo muito mais eficaz».

À reunião entre Francisco e Cirilo referiu-se na sua intervenção também o metropolita Hilarion, presidente do citado Departamento. «Não é por acaso que tal encontro — disse — foi definido “histórico”». Também porque «teve lugar num momento crítico da história moderna, sobre a qual pairava a ameaça de uma nova guerra mundial».

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

20 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS