Nota

Este site utiliza cookies...
Os cookies são pequenos arquivos de texto que ajudam a melhorar a sua experiência de navegação no nosso site. Ao navegar em qualquer parte deste site você autoriza a utilização dos cookies. Poderá encontrar maiores informações sobre a policy dos cookies nas Condições de utilização.

​Desafio comum

· ​Mensagem do cardeal Turkson para o simpósio islâmico sobre a mudança climática ·

A fé em Deus que une cristãos e muçulmanos «obriga-nos a cuidar» da terra, o «magnífico dom que Ele concedeu a nós e, se Deus quiser, às gerações futuras». Uma intervenção urgente que será certamente mais eficaz «se nós crentes das diversas comunidades religiosas conseguirmos encontrar o modo de trabalhar juntos». Com uma mensagem enviada através do missionário John T. Brinkman, perito em relações entre ecologia e religião e colaborador do Pontifício Conselho «justiça e paz», o cardeal Peter Kodwo Appiah Turkson, presidente do dicastério vaticano, manifestou solidariedade aos participantes no simpósio sobre a mudança climática que se realizou em Istambul nos dias 17 e 18 de Agosto.

O simpósio, organizado pelo Islamic Relief Worldwide juntamente com o Islamic Forum for Ecology and Environmental Sciences e com a GreenFaith, reuniu estudiosos académicos, políticos e activistas muçulmanos, assim como representantes das Nações Unidas, da sociedade civil e líderes de outras religiões em vista das negociações da Onu sobre as mudanças climáticas que terão lugar em Paris no próximo mês de Dezembro. Os trabalhos levaram à redacção de uma declaração que evidencia como a mudança climática hoje é o desafio mais urgente e porque os muçulmanos têm o dever religioso de contribuir para o enfrentar. Em particular, no documento sublinha-se a necessidade de uma acção global organizada nas mesquitas e nas madrassas para contribuir a contrastar as várias formas de poluição e a apoiar o uso de energias renováveis.

Edição em papel

 

AO VIVO

Praça De São Pedro

23 de Outubro de 2019

NOTÍCIAS RELACIONADAS